Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
10 de Setembro de 2008 às 00:30

Ou seja, intermináveis. É bom para o País. Desenvolve-nos o cérebro, torna-nos mais aptos a pensar. A conclusão é da professora Sian Beilock, da Universidade de Chicago, que publicou o seu estudo na revista científica ‘Proceedings of the National Academy of Science’, um título e pêras.

A professora Beilock garante que "as partes do cérebro normalmente envolvidas no planeamento e controlo das acções também se activam quando os fãs escutam e intervêm em discussões sobre a actividade desportiva". Perante isto, imagine-se só o que seria Portugal sem futebol. Força, Selecção.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)