Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luciano Amaral

Portugal chinês

Os milhões que a China deu pela EDP revelaram bem a postura portuguesa perante a crise: que alguém continue a pagar a nossa vidinha habitual.

Luciano Amaral 6 de Janeiro de 2012 às 01:00

De repente, o ministro das Finanças acha que Portugal é um país óptimo para o investimento estrangeiro, ao mesmo tempo que se multiplicou a gente inchada com a "lição" dada à Europa: a Europa não quer pagar (ou só paga com austeridade)? Paga a China. E paga sem condições, continuando os faraónicos projectos das "renováveis" (que bem caros nos ficam) e mantendo as condições do mercado eléctrico português, que nos dão uma das mais dispendiosas electricidades da Europa. A China paga até, imagine-se, o BCP, esse notório exemplo de excelência de gestão.

Viessem mais uns milhões e toda a gente se esquecia das "gorduras do Estado", da "agenda do crescimento económico" e das "reformas estruturais". Infelizmente os chineses não são burros e, assim como cheiraram as rendas absurdas da EDP, não cheiram mais nada (tirando a REN e, talvez, a TAP) no horizonte. Vamos ter de continuar com os mauzões da troika, nem que nos transformemos numa enorme loja do chinês aberta aos domingos e feriados.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)