Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
16 de Setembro de 2012 às 01:00

Nenhuma das condições sociais e económicas que travaram o desenvolvimento foi superada.

Mudaram os regimespolíticos e a liberdade deexpressão e decisão popular foram mais toleradas e a sua tradução no voto originou a subida ao poder de todos os que até então tinham sido reprimidos, na primeiralinha dos quais salafitas,radicais islâmicos e outros grupos aparentados.

Expressões religiosas com incidência política vão aumentar e adquirir um tom fracturante com o passado. Daí à violência é um passo. Apesar disso, não se deve processar qualquer intervenção externa nesses Estados.

São os árabes que devem resolver os seus conflitos internos, confrontando as diferentes visões do mundo que pretendem traduzir na sua vida individual e colectiva. Mas não podem eximir-se à responsabilidade de proteger os cidadãos que aí habitam, nacionais ou estrangeiros.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)