Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
29 de Maio de 2010 às 00:30

É aceitável que a sociedade, através de responsáveis de uma instituição vocacionada para a defesa e apoio às crianças, pugne por aqueles objectivos.

O que é menos compreensível é que outros responsáveis, estes do sistema judicial, como o MJ e o PGR, embarquem na solução simplista de sempre, com origem na demagogia fácil de que a "mudança da lei tudo resolve".

A melhor forma de dissuadir alguém da prática de um crime não é com punições severas, só aplicáveis aos poucos que são investigados e condenados. A melhor forma é as pessoas temerem o sistema judicial, por saberem que ele é eficiente, rápido e justo. Ou seja, ao primeiro crime é-se investigado e punido, sem oportunidade de cometer segundo delito. É disso que o MJ e o PGR devem tratar, de criar um sistema penal célere, eficiente e justo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)