Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Queridos líderes

Os portugueses abriram a boca de espanto quando viram os norte-coreanos a chorar pela morte do Querido Líder. Não se percebe o espanto. Em Portugal, o Estado é o Querido Líder. Só assim se explica a comoção com a transferência para a Holanda da participação de Soares dos Santos na Jerónimo Martins. Segundo as carpideiras, o empresário devia ter ‘consciência social’.

João Pereira Coutinho 6 de Janeiro de 2012 às 01:00

Na cabeça desta gente, a ‘consciência social’ não passa, como diria Adam Smith, por procurar o seu próprio interesse e, no processo, prestar serviços, gerar riqueza e garantir emprego. A ‘consciência social’ significa sacrificar-se por um Estado predatório, aceitando a extorsão fiscal em que somos únicos e um quadro legislativo que tem a estabilidade de um pudim flan. Soares dos Santos é o vilão da história; o Estado, pelos vistos, o grande injustiçado.

Eu, se fosse o governo, aproveitava o fervor patriótico e capturava desde já o 12º mês. Os portugueses têm ‘consciência social’.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)