Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
29 de Agosto de 2005 às 00:00
SIM
A organização de uma ‘rave’ tem entre as suas tarefas garantir que haverá venda de drogas sintéticas – vulgarmente conhecidas por ‘pastilhas’ – com fartura. Não é preciso ser frequentador assíduo deste tipo de festas para saber isso. Perante isto só há dois cenários possíveis para quem organiza: Ou se demite da logística da droga ou se aceita a responsabilização pelos problemas que isso acarreta.
Miguel Martins, Subeditor de Sociedade
NÃO
Já vai sendo tempo de deixar de atirar as culpas para os ombros dos outros. Frequentar uma ‘rave’ em nada difere de uma deslocação a um qualquer outro local de diversão nocturna: cada um deve assumir as responsabilidades pelas suas atitudes e hábitos, sejam eles relacionados com o consumo de álcool ou de drogas. Afinal, quem melhor do que o próprio para saber quando deve parar?
Fátima Vilas-Bôas, Editora Cultura & Espectáculos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)