Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
24 de Outubro de 2011 às 01:00

A última pulhice de grande impacto televisivo foi o fim de Kadhafi, ferido e desorientado, à mercê dos assassinos em festa.

Hillary, que não perde um, veria o espectáculo no telemóvel, em Cabul. Esta gente adora "reality shows". Mas só destes. Do piorio!

Tony Carreira na RTP: conversa da verdade de um português autêntico.

Ver comentários