Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Catarino

Rezemos o terço

A economia crescia animada pela construção. Os cofres da banca abertos ao crédito. Os portugueses corriam ao dinheiro barato.

Manuel Catarino 10 de Junho de 2013 às 01:00

Filas às portas dos bancos mostravam de novo o caminho da riqueza. Mas no primeiro trimestre, segundo Gaspar, foi tudo por água abaixo: a chuva parou a construção e o crescimento. A culpa é da ministra Cristas. Atrapalhada com a gravidez e os afazeres, não cumpriu com as novenas – e os céus mandaram o castigo. Mais avisada andou a drª Maria. Ajoelhada na capela de Belém, olhos arregala-dos de fé, entregou-se à Virgem. Tanto terço desfiado e tanta promessa "não façarei" – que a Senhora, exausta, mandou-a calar-se e, só para não a ouvir, convenceu a troika a assinar o cheque.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)