Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
13 de Fevereiro de 2003 às 00:00
A escolha de Scolari para a baliza espantou muita gente. Ao deixar Baía de fora, o seleccionador tornou um pouco mais pesada a responsabilidade de Ricardo e Quim. Este foi só o primeiro jogo, haverá muitos mais, mas a julgar pelo que conseguiu fazer, Ricardo já está uns metros à frente da concorrência.

A selecção sofreu muito, e cedo, e se Portugal chegou ao intervalo sem ter vertido uma lágrima pode agradecer ao boavisteiro. Aquele voo, aos 31’, apaixonou o realizador italiano, que não se cansou de repetir a grande defesa. Há momentos assim, para mais tarde recordar. E quanto a figuras portuguesas, Luiz Felipe Scolari só viu um pouco mais na segunda parte...
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)