Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Octávio Ribeiro

Ronaldo ou golpe de sorte

Somos um Povo que só na maior descrença encontra força e fé para se agigantar.

Octávio Ribeiro(octavioribeiro@cmjornal.pt) 8 de Junho de 2014 às 00:30

Só perante os mais homéricos desafios descobrimos o melhor de nós. Mais facilmente nos afundamos num mar chão do que em raivosas tempestades. É sempre necessário um adamastor para lograrmos dobrar o medo. No Mundial, o monstro chama-se Alemanha.

Paulo Bento está a cultivar o espírito de grupo para cimentar a melhor equipa possível. A defesa mostra solidez, ainda sem Pepe e com Rui Patrício de férias. A bola já circula mágica no meio-campo, sob a mestria de João Moutinho. Na área continua o problema de décadas: nos vazios entre Eusébio, Pauleta e Ronaldo, o nosso futebol fica sem exclamação, entregue a rococós reticentes.

Sem Ronaldo, resta-nos jogar certinho, longe das balizas e rezar por um golpe de sorte.

Cristiano Ronaldo Mundial seleção sorte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)