Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Octávio Ribeiro

RTP e BPN: dois escândalos, uma vítima

Quantas RTP já houve desde 2003? Várias, na cabeça de cada tutela, com novas comissões de sábios para definir serviço público e outras realidades óbvias.

Octávio Ribeiro(octavioribeiro@cmjornal.pt) 10 de Outubro de 2013 às 02:41

Porém, a RTP vai custar mais em 2013 aos portugueses do que custaria baixar o IVA da restauração.

Este Governo prometeu no seu programa a privatização de um canal da RTP. O mesmo Governo chega a este ponto da legislatura com o objetivo de multiplicar o número de canais da RTP suportados pelo dinheiro dos portugueses.

O ministro Poiares Maduro é mais um teórico às voltas com a equação da televisão pública. Muito liberal, quer, não um, não dois, não três canais públicos – saídos do nosso bolso –, mas doze. E, imagine-se este genial dilema, com menos produção própria. Deve ser já para cumprir este desígnio que a cadeia de televisão portuguesa com mais estúdios próprios e mais técnicos qualificados foi ontem entrevistar Passos Coelho no estúdio de uma produtora privada.

Na RTP, Poiares Maduro é apenas mais um teórico que não sabe o que fazer com este elefante branco. Maduro, muito liberal, quer ocupar espaço na TDT com canais públicos perdedores no cabo. Muito liberal, imagine-se, mantém o Estado pronto a engordar com o saque silencioso aos portugueses. Em dez anos, quantas RTP houve na cabeça de teóricos governamentalizados? Várias. Nesses dez anos, a RTP custou 3,7 mil milhões aos portugueses.

Em dez anos, a RTP custa quase um escândalo BPN. Este caso talvez não seja de polícia, mas é seguramente de psiquiatria.

RTP BPN escândalos vítima
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)