Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Salazarismos

O vinho ‘Memórias de Salazar’ ofende a ‘consciência colectiva’? Honestamente, não faço ideia: a única ‘consciência’ que conheço é a minha. No caso do vinho, seria mais interessante avaliar se ele ofende a consciência gustativa.

João Pereira Coutinho 30 de Novembro de 2012 às 01:00

Sobre isso, nada saberemos: o Instituto Nacional de Propriedade Industrial resolveu proibir a titulatura da pinga. Em nome da ‘moral’ e da ‘ordem pública’. Eis a ironia: para proibir um nome comercial manchado por uma ditadura paternalista, o Instituto usa argumentos (e palavreado) que só se compreendem em ditaduras paternalistas.

Numa sociedade livre, cada um devia vender o que quisesse, com o nome que quisesse – e o mercado, depois, que separasse a qualidade da tara. O Instituto discorda e, em nome da ‘moral’ e da ‘ordem pública’, prefere pastorear as almas sensíveis para longe das tentações onomásticas deste tinto. O atestado de menoridade que o Instituto passa aos portugueses é bem pior do que um vinho com nome salazarista.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)