Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
7 de Dezembro de 2004 às 00:00
Se, por qualquer descaminho em que a História não é tão pouco fértil como isso, o Presidente da República tivesse que o reentronizar daqui a três meses, haveria muita gente a rir-se.
Mas é indiscutível que afrontar o Presidente da República é perigoso, mesmo tendo algumas razões. Crise política é uma coisa, crise institucional pode ser outra, mais grave.
2.Foi um pouco ridículo o aparato policial em Pedras Rubras para a chegada de Mourinho a Palermo, aliás ao Porto. Francamente, o risco não merecia 50 polícias. Há seis meses, aliás, a cidade do Porto era excelente, repetia Mourinho nas entrevistas; hoje tem perigos mafiosos. Gosto de Mourinho, admiro-lhe o talento, mas há valores que devia preservar. Quando comparou o Porto a Palermo, esqueceu-se que, apesar de ser cidadão do Mundo, este ainda é o seu País. Que é um todo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)