Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
7
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

João Pereira Coutinho

Sem comentários

Passos Coelho quer ‘refundar’ o memorando com a ‘troika’. Quando li a bomba, esperei pela explosão respectiva: confrontado com a insanidade do Orçamento para 2013, o primeiro-ministro teria descido à Terra para renegociar os termos do acordo (leia-se: juros e prazos), evitando a destruição da economia pátria.

João Pereira Coutinho 28 de Outubro de 2012 às 01:00

Por momentos, até acreditei que o primeiro-ministro tinha chegado a estas conclusões depois de uma posição concertada com os pares europeus, a começar pelos pares da nossa desgraça, e onde até a saída do euro teria sido equacionada.

Triste engano. Parece que Passos quer apenas ‘repensar’ as funções do Estado, uma cantilena que o trouxe ao poder para depois entrar em hibernação prolongada. Mais: a julgar por algumas luminárias do PSD, é preciso que o PS entre neste barco furado para que se faça agora, em desespero e depois de rapados todos os tachos, o que devia ter sido iniciado há mais de um ano. Honestamente: será preciso comentar?

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)