Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
26 de Outubro de 2008 às 00:30

Estranhamente, mesmo quando as sondagens colocam o PSD em níveis próximos dos piores scores da sua história, o CDS continua numa inércia descendente, parecendo não existir transferência de votos significativa entre os dois partidos. Os desiludidos do PSD, até agora, não se sentiam atraídos para votar no partido que Paulo Portas transformou numa espécie de culto à sua pessoa.

Aparentemente, a clara subida do CDS nos Açores pode indicar uma mudança. Se suceder um processo semelhante a nível nacional, Ferreira Leite terá mais um problema que não saberá resolver.

Mas é difícil que tal aconteça. O grande problema de se fazer um partido de um homem só é que, quando as pessoas se cansam dessa figura, pouco mais há que as ligue ao que resta do partido. E, por culpa própria, Portas tornou-se na personagem mais estafada e aborrecida da política portuguesa.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)