Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Manuel Catarino

Servir o Estado

A presidente do Parlamento, Assunção Esteves, reformou-se aos 40 anos: uns anos como deputada, uma temporada de beca no Constitucional, mais uma sinecura em Estrasburgo – e ganhou o direito à reforma.

Manuel Catarino 26 de Agosto de 2013 às 01:00

A eleição para a presidência do Parlamento é, pois, o corolário de uma fulgurante carreira política. Mas Assunção Esteves, ao preferir receber a pensão em vez do salário correspondente ao cargo, revela um entendimento muito próprio do que significa servir o Estado: serve-se dele – na medida em que o valor da reforma é superior ao vencimento. Isto nem sequer devia ser proibido, como parece que o Governo quer. É mais um imperativo ético do que um mero artigo formal.

assunção esteves parlamento estado constitucional governo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)