Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
28 de Novembro de 2010 às 00:30

A recente aprovação do Orçamento do Estado para 2011 tem-se prestado às mais sinuosas e envergonhadas tentativas de justificação, tanto para os adeptos do sim como para os fãs do não, sem falar dos que se refugiam no clássico: "Não sou nem a favor nem contra, antes pelo contrário!"

É evidente que a muitos de nós apetece dizer "não" aos tempos difíceis que aí estão, a muitas medidas de políticas económicas e sociais que levarão muita gente para situações de extremas dificuldades! O corte do abono de família ficará para sempre como a maior nódoa social que podia cair no tecido de luxo do proclamado Estado Social. Porém, como reza o povo: " O que tem de ser, tem muita força!" Apesar de nos apetecer dizer não à crise, lá teremos também de justificar a nossa resignação com um SIM, PORQUE SIM!

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)