Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo Fonte

Sorriso amarelo

De um lado, a EDP. Do outro, organizações ambientalistas. No meio, uma barragem pintada de amarelo, resultado de uma ‘intervenção artística’ que custou 150 mil euros. Surreal? Não, Portugal!

Paulo Fonte(paulofonte@cmjornal.pt) 6 de Janeiro de 2012 às 22:34

A história conta-se em duas pinceladas. A EDP decidiu dar um novo rosto à barragem da Bemposta, em Mogadouro, no Parque Natural do Douro Internacional. Da ideia passou aos actos e Pedro Cabrita Reis, um dos nomes da actual ce-na artística, foi escolhido para a intervenção. O pintor utilizou o amarelo para mudar a cor da estrutura artificial. Os ‘verdes' ficaram vermelhos de raiva e agora argumentam contra a obra, que consideram "de índole propagandística" e com forte impacto na paisagem protegida.

Descontando a extrema paixão com que os ecologistas defendem as causas, partilho a dúvida sobre esta polémica opção estética. Que não vai ficar por aqui, já que a empresa de energia ameaça com mais duas alterações do género em barragens nacionais.

Não há dúvida. Os tempos são mesmo para grandes pinturas murais. Mas de protesto. Chamem antigos MRPP e teremos fantásticas obras de arte. Surpreendem, passam uma mensagem e não custam nada.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)