Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
18 de Janeiro de 2011 às 00:30

SIM 

Estão à vista de todos as consequências da sucessão dinástica em Alvalade: bancadas vazias, adeptos cada vez mais alheados e uma gestão errática do futebol e das restantes modalidades. O Sporting precisa de eleições e, sobretudo, de projectos alternativos.

Leonardo Ralha, Editor de Cultura & Online

NÃO

Com os milhões em dívidas que tem a sociedade anónima desportiva, os bancos credores não podem permitir que um aventureiro tome conta do clube de Alvalade. Existem contratos assinados que necessitam de uma continuidade tranquila.

Miguel Alexandre Ganhão, Editor Executivo

Ver comentários