Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
13 de Junho de 2010 às 00:30

Da mesma forma que um exército tem de combater explorando as características do teatro de operações, a Selecção Nacional terá de fazer face a certas variáveis físicas e infra-estruturais do centro de estágio de Magaliesburg e dos estádios onde actuará.

Isto, porque as suas localizações e características limitarão a estratégia da participação no Mundial, afectarão a condição física e psíquica dos atletas e condicionarão os treinos e os jogos, sem esquecer o relacionamento com a imprensa e os adeptos.

Porém, nestes seis dias na África do Sul é evidente a decisão acertada da Federação Portuguesa de Futebol na escolha do local de estágio, como forma de assegurar o melhor para realizar uma boa campanha desportiva. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)