Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Eduardo Dâmaso

Todos na panela

O Presidente da República foi ontem ainda mais claro nas suas pretensões sobre os cenários que podem sair das próximas Legislativas. Depois do discurso do 25 de Abril e da famosa entrevista de Manuela Ferreira Leite à SIC o país político encheu a boca com o Bloco Central. Ele está obviamente nas previsões de Cavaco Silva mas ontem o Presidente veio dizer que, no limite, ninguém deve ser excluído ou auto-excluir-se de um processo de procura de uma solução de governo.

Eduardo Dâmaso(eduardodamaso@sabado.cofina.pt) 7 de Maio de 2009 às 00:30

Percebe-se que os partidos não abram o jogo. Estes são cenários para discutir depois das eleições mas o Presidente jamais poderia deixar de abrir o caminho a esta discussão. No ambiente crispado que se vive no panorama político seria irresponsável se o Presidente não viesse a colocar cenários desafiantes para os partidos. A actual crise económica que ameaça prolongar-se por cá muito para lá da retoma europeia exige aos partidos abertura, diálogo, soluções, que estão muito além dos seus padrões conhecidos.

Todos na panela para um cozido à portuguesa ou não, a verdade é que, quer queiram quer não, até partidos que se movimentam nas franjas do protesto, como o PCP ou o Bloco de Esquerda, vão ter de pensar no assunto. Estes são tempos de ‘big bang’ refundacional para a política portuguesa. Não parece é que todos estejam ou queiram ver a coisa assim.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)