Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
13 de Dezembro de 2003 às 00:00
SIM
O percurso rumo às drogas pesadas começa muitas vezes pela canábis. Se considerarmos a canábis como a base de uma pirâmide que tem o seu cume com a utilização das drogas duras, podemos ver que, quanto maior, for essa mesma base, maior será, mais tarde, o número de toxicodependentes de heroína e cocaína. Se a luta à canábis for mais intensa de forma a reduzir a base da referida pirâmide, serão menos aqueles que mais tarde recorrerão às drogas duras... Além disso droga é droga.
Mário Figueiredo - Subeditor de Desporto
NÃO
O combate deve dirigir-se às drogas duras (heroína e Cocaína) e às novas substâncias, designadamente as sintéticas, como o ecstasy. É neste sentido que as autoridades policiais têm vindo (e bem) a orientar as suas acções, felizmente com resultados palpáveis. A canábis é uma droga levemente adictiva. O seu consumo não provoca a transmissão de doenças infecto-contagiosas, nem sintomas de privação. Os efeitos sociais não são, sequer, comparáveis como os da heroína e cocaína.
Paulo João Santos - Editor de Sociedade
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)