Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Magalhães e Silva

Uma mesa para negociar

Tem-se comparado a situação política do País com a do Governo de Santana Lopes, em Novembro de 2004.

Magalhães e Silva 14 de Outubro de 2012 às 01:00

Pelo desnorte e improviso trapalhão e pela quebra de consistência da maioria PSD/CDS, seguramente. Mas a grande diferença é que, perante todo aquele apodrecimento, havia, fraquita, é verdade, mas com um mínimo de viabilidade, uma alternativa, senão programática, pelo menos de pessoas, que era o que o PS, ao tempo, representava. E sobretudo, mínimos económicos e financeiros que, não fora a crise europeia e mundial e o desnorte eleiçoeiro de 2009, permitiriam que seguíssemos vida.

Hoje é diferente,porque a economia e as finanças estão devastadas, e a alternativa à garotada PSD/CDS é outra garotada que não é possível levar a sério.

Como assim não pode continuar, percebam os partidos do arco governamental que chegou a hora de sustentarem um governo que, sem as luminárias nascidas e educadas nas Jotas, tenha o fôlego e o prestígio de dizer à Europa que não vai morrer quem tem nove séculos de História e que, por isso, haja uma mesa para negociar.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)