Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2 de Dezembro de 2003 às 01:05
1 Os quatro primeiros ganharam e mantiveram--se as distâncias relativas. Era particularmente importante o exame ao Sporting, depois da derrota pesada e consequente eliminação da Taça UEFA. Com Silva e Liedson na frente e Miguel Garcia em vez de Mário Sérgio, a equipa soube ganhar o jogo psicologicamente, ultrapassando um penálti claro não dado pelo árbitro nos primeiros minutos e um outro que Rochemback desperdiçou ainda a 1-0. Se o Braga é económico (12-11 em golos para 21 pontos) ontem foi pobre, bem mais pobre que o Rio Ave na Luz. Perderam, os de Vila do Conde, por 2-0, como o onze de Jesualdo em Alvalade, mas não viram a baliza adversária só de binóculos e o penálti que desbloqueou o resultado não parecia falta nem em basquetebol. O Benfica mostrou, outra vez, pouca organização e menos inspiração, e vai procurando o seu perfil porque ainda não o definiu claramente. Camacho já chegou há um ano e não se pode di--zer que haja uma evolução consistente da forma de jogar da equipa. Falta sempre alguma coisa.
2Interessante a transformação do Beira-Mar: começou com duas derrotas, mas depois só perdeu mais uma vez (em Alvalade). Tem sete vitórias (três fora de casa, uma delas na Luz), é uma das equipas com mais de vinte golos marcados e dentro de duas jornadas vai ao Dragão (ou às Antas).
3 Estranhas as carreiras de Guimarães e Estrela, duas das que estão abaixo da linha de água. O Vitória tem a seguinte série: VDDDDDDVEEEE. Ou seja, apesar de cinco resultados úteis nas cinco últimas jornadas, quatro são empates. Quanto ao Estrela, o interessante é perceber que os curtos sete pontos foram conseguidos com um empate com o FC Porto (1-1), e vitórias sobre Marítimo (1-0) e Boavista (2-1 e os do Bessa ainda não tinham sofrido dois golos num jogo). Quem é capaz de fazer estes resultados com as boas equipas é porque tem potencial de salvação.
4 O Boavista é a melhor defesa do campeonato. Defende muito, defende com muitos, apesar de Erwin Sanchez ser claramente mais adepto do jogo do que Jaime Pacheco, que só queria saber de resultados. Na Amadora, quando o Boavista se abriu à procura da vitória sofreu o golo da derrota. Ainda falta equilíbrio a esta equipa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)