Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
8
24 de Janeiro de 2007 às 00:00
E diz também que somos os que menos poupam para a velhice.
A companhia seguradora tira partido da sondagem, que a vai ajudar a convencer os portugueses de que é necessário preparar a reforma de outra forma, além dos descontos para o Estado. Mas isso não impede que as conclusões sejam justas. Em todo o caso, já que falamos de poupanças, eu pouparia uma sondagem.
Bastava ouvir uma velha e sábia vizinha minha, que sobre o assunto tem a mais pessimista das impressões: “A reforma significa duas vezes menos dinheiro e duas vezes mais de marido em casa.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)