Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4
7 de Outubro de 2011 às 01:00

Na passada semana, durante o Seminário ‘IT Future’, o Embaixador do Japão sublinhou o interesse crescente de empresas japonesas investirem em Portugal devido à nossa liderança no domínio das energias renováveis.

Com estes sinais, que são apenas uma breve ilustração da realidade, questiono-me sobre o que levará o Governo a desvalorizar no seu discurso interno estas áreas tecnológicas em que Portugal lidera, é reconhecido internacionalmente e pode utilizar como âncoras para a recuperação económica?

Só encontro uma explicação. Portugueses mais deprimidos aceitam mais passivamente as sucessivas vagas de austeridade e sacrifício. Mas a ser assim é preciso dizer que além de eticamente condenável este caminho corrói a base produtiva e a imagem com que teremos de vencer a crise que nos assola.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)