Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
1
14 de Agosto de 2004 às 00:00
A recordação tem 20 anos mas ainda está bem viva na minha cabeça. “Façam o favor de se levantar, que vai ser tocado o Hino Nacional!” A frase, dita em tom de convite, era uma ordem da minha mãe e foi proferida em Agosto de 1984 para mim e para os meus irmãos.
Carlos Lopes tinha acabado de ganhar a maratona, num momento que guardo para mim, ainda hoje, como o primeiro exemplo de orgulho nacional que me lembro de ter sentido. Nessa altura, tal como aconteceu até ao fim da minha adolescência, Agosto era mês de férias em família em Vilamoura, um lugar que, à época, ainda não surgia no mapa dos destino turísticos da moda. Tenho saudades desse tempo, confesso. Não só pelo inevitável regresso ao ‘ninho’ familiar a que a recordação me transporta, como pelas saudades do tempo em que a televisão fazia parar um País e alterava o normal correr dos nossos dias.
Era de madrugada. Como tinham prometido, os meus pais acordaram-
-nos (a mim e aos meus irmãos…) já Carlos Lopes, de peito feito, ia lançado para a vitória em Los Angeles. Assisti aos últimos quilómetros na sala, ainda meio ensonado, mas cheio de orgulho naquele português que, lá longe, nos Estados Unidos, mostrava ser mais forte que todos os outros. E, quando entrou no Estádio Olímpico e cortou a linha de meta, a excitação já tinha definitivamente vencido a vontade de me voltar para o lado e adormecer de novo.
Lembro-me de me ter respondido afirmativamente ao repto maternal (“façam o favor de se levantar…”). De pé, em família, vi a bandeira a subir no mastro, ouvi o Hino Nacional, senti um arrepio frio a percorrer-me as costas e confirmei a inevitável pele de galinha. É curioso como, 20 anos depois, ainda sinto o mesmo efeito epidérmico. É um sinal do poder da televisão. De como há imagens que o tempo não apaga. Na semana em que se iniciaram os Jogos Olímpicos de Atenas, sabe bem recordar as imagens que não se perdem, é bom lembrar as pessoas que não esquecemos. É nelas que encontramos as forças para seguir em frente, para chegar mais longe…
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)