Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Armando Esteves Pereira

Violência nas escolas

Costuma dizer-se que uma imagem vale mais do que mil palavras e de facto as imagens de alunos a apontarem uma arma a uma professora da Escola do Cerco, no Porto, falam por si. A pistola é de plástico, mas esse é um pormenor num bairro em que a facilidade de encontrar uma arma real é semelhante à de um brinquedo. Enquanto um adolescente apontava a arma, outro ensaiava golpes de boxeur e a professora ameaçava com faltas disciplinares.

Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 26 de Dezembro de 2008 às 00:30

Tal como na agressão da Escola Carolina Michaelis, este caso só é do conhecimento público porque um aluno filmou com o telemóvel e as imagens foram colocadas na internet.

Se não existissem as imagens, estes casos não passariam de pequenos episódios. Provavelmente nem haveria inquéritos internos nas escolas. Quantas vezes os professores são humilhados na sala de aula sendo estes incidentes desvalorizados como 'brincadeiras de mau gosto, como chamou a directora da DREN a este caso do Cerco. A profissão de professor é das actividades mais nobres. Mas infelizmente os docentes têm vindo a perder prestígio e autoridade.

Urge devolver autoridade aos professores. Não haverá educação de qualidade se não houver professores respeitados. E a educação é a única arma que pode evitar que as novas gerações mergulhem na pobreza.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)