Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
2
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luciano Amaral

Zona Merkel

Se a Alemanha regressar à disciplina, como é provável, lá se apaga outra vez a luz ao fundo do túnel.

Luciano Amaral 16 de Agosto de 2013 às 01:00

A alegria com o crescimento da economia entre Abril e Junho é justificada, embora já muita gente tenha notado coisas importantes: que em relação ao mesmo período de 2012 a economia caiu; que os dois trimestres anteriores tinham sido tão maus que melhorar não era difícil. E que afinal o Tribunal Constitucional, ao aumentar o rendimento disponível, ajudou.

Mas não sei se foi sublinhada a importância das eleições federais alemãs. A Alemanha foi quem mais cresceu no trimestre, a seguir a Portugal. Mas ao contrário do que é costume, em que cresce pelas exportações, agora foi graças à despesa pública e ao consumo interno. Lá como cá, quando há eleições, a ordem do governo é gastar. No fundo, Merkel fez este ano aquilo que tantos lhe pedem: gastar mais para aguentar a Zona Euro. E a Zona Euro aguentou-se.

O problema é depois das eleições. Se a Alemanha regressar à disciplina, como é provável, lá se apaga outra vez a luz ao fundo do túnel.

Luciano Amaral Angela Merkel Alemanha
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)