Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião

O cheque é de Marcelo

Ventura é ameaça para Rio e CDS. Costa ganha com Hecatombe do PCP e Bloco.
Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 26 de Janeiro de 2021 às 00:31

Marcelo Rebelo de Sousa é o vencedor incontestado das eleições Presidenciais. Ganhou em todos os 308 concelhos, em 300 dos quais com maioria absoluta. Nunca tinha sido alcançado esse registo, nem mesmo Mário Soares, que passou os 70% de votos em 1991.

O Presidente reeleito disse que a vitória não é um "cheque em branco", mas na verdade no novo ciclo político Marcelo é o dono do cheque.

Qualquer estrangeiro desconhecedor da política portuguesa que olhasse domingo à noite a rotina do Presidente , que chega a casa sozinho no carro, espera pelos resultados, conduz sozinho para a faculdade de Direito e entretanto vai aguardando na viatura que os adversários cumpram o protocolo democrático, podia achar estranho. Mas isso só mostra que a vitória foi exclusiva do Presidente e nenhum partido a pode reivindicar.

O PSD apoiou a reeleição mesmo antes do candidato avançar, mas a subida do Chega é uma ameaça séria para Rio, tal como é para o CDS.

António Costa ganhou um seguro para o próximo Orçamento com a hecatombe dos candidatos do PCP e Bloco, mas o Presidente avisou: "Portugueses querem mais e melhor."

Ver comentários