Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
5

Sócrates e Salgado

José Sócrates e Ricardo salgado são faces da mesma má moeda.
Eduardo Dâmaso(eduardodamaso@sabado.cofina.pt) 30 de Junho de 2022 às 00:31
Qual é o dilema enfrentado pela Justiça na atual fase processual dos casos de Sócrates e Salgado, faces da mesma má moeda que simboliza os anos de saque? No primeiro, não é possível aceitar que se concretize aquilo que tem vindo a desenhar-se, com Sócrates a fugir para o Brasil, caso Lula ganhe as eleições. Um cenário de pesadelo para a Justiça, depois da fuga de Rendeiro, mas também para o Governo, com o ex-primeiro-ministro, para além do mais, a poder constituir-se como um facilitador do investimento português no Brasil, coisa que já vem a aliciar alguns dos seus amigos empresários.

Espera-se, portanto, que o tribunal saiba avaliar todas as consequências de medidas de coação menos eficazes. Quanto a Salgado, que enfrenta uma instrução transformada em coutada pessoal por um juiz, espera-se que Pedro Passos Coelho conte tudo sobre as pressões sofridas para salvar Salgado e a família. Passos foi o único político que, em décadas, teve a decência de dizer não a Ricardo Salgado e a muitos dos seus avençados no sistema partidário. Para que saibamos a história toda de 2014, o seu depoimento de hoje pode ser um momento histórico. 
Sócrates Pedro Passos Coelho Ricardo Salgado Brasil Justiça Rendeiro Lula Governo política
Ver comentários
}