Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
9

Bilhete de ida e volta

A ciência está muito longe de ser exata no domínio Covid.
Paulo João Santos 5 de Setembro de 2021 às 00:32
Está a terminar a comissão de serviço de Gouveia e Melo. O objetivo dos 85% com a vacinação completa será atingido nos próximos dias. Missão cumprida. A partir daqui não é com ele. Nada que nos deixe descansados, tranquilos.

Os especialistas patinam, a ciência está muito longe de ser exata no domínio Covid: no grau de proteção das vacinas, na eficácia às novas variantes, na imunidade de grupo, na necessidade de uma terceira dose. A realidade muda todos os dias, o grau de incerteza no futuro é suficientemente razoável para que se consiga perceber com rigor quando e como é que isto acaba. Teoria e demagogia à parte, ninguém sabe.

Nada nos diz, portanto, que não seja necessário requisitar a presença do vice-almirante para liderar novas frentes de batalha contra o vírus. Há que mantê-lo por perto, não lhe deem guia de marcha.

Diz Gouveia e Melo que daria um “péssimo político”. Ainda bem, porque não é de políticos que o País precisa, mas de operacionais que traduzam na prática as promessas que eles fazem. Seria, por isso, pouco compreensível desperdiçar o seu talento, o seu saber, a sua determinação.



Gouveia Melo Covid política partidos e movimentos
Ver comentários