Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
4

O futebol nas mãos do crime

Escândalo de corrupção na II Liga é apenas a ponta do icebergue.
Eduardo Dâmaso(eduardodamaso@sabado.cofina.pt) 21 de Maio de 2016 às 01:45
Bolacha Editorial CM
Bolacha Editorial CM FOTO: Nuno Costa
A indústria do futebol vale na Europa entre 0,5 e 3,7 por cento de todo o Produto Interno Bruto comunitário. O setor foi estudado em 2009 pelo Grupo de Ação Financeira (GAFI), da OCDE, estrutura de combate à lavagem de dinheiro oriundo do crime organizado, e o intervalo da estimativa explica-se pelo facto de a esmagadora maioria do dinheiro circulante no futebol ter uma origem negra.

As apostas desportivas, a propriedade dos clubes e dos passes dos jogadores, os direitos de imagem e televisão estão na mira da justiça em todo o Mundo.

Não há ninguém que se ponha de fora de uma conclusão cada vez mais óbvia: o dinheiro sujo do crime organizado entrou em força no futebol e em todo o tipo de competições. A corrupção na II Liga mostra apenas a ponte do icebergue.

Não se iludam: ela existe na I Liga e será destapada mais tarde ou mais cedo se clubes e instituições do futebol não criarem regras mais claras, desde logo para as últimas jornadas da prova.
Europa Produto Interno Bruto Grupo de Ação Financeira OCDE II Liga I Liga corrupção crime futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)