Barra Cofina

Correio da Manhã

Opinião
3
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Octávio Ribeiro

O carro do Rui

Ao comprar um carro em segunda mão, comprava a Vitória.

Octávio Ribeiro(octavioribeiro@cmjornal.pt) 10 de Agosto de 2015 às 00:39
Se tivesse de comprar um carro em segunda mão, não hesitaria – comprava a Rui Vitória, nunca a Jesus. Mas o futebol é para generais manhosos. O instinto guerreiro, a malícia, o mau feitio, que sobram a Jesus, parecem faltar ao novo treinador do Benfica. Rui perdeu no jogo de palavras, alienou a identidade da equipa, foi derrotado no campo. As apostas táticas, com um só avançado, e um meio-campo acéfalo, foram condenadas pelos factos. O Benfica foi na cantiga de Jesus e mostrou medo. O Sporting dominou e ganhou bem. 

Clique para aceder ao texto que deu origem a esta opinião: Leão mostra garra afiada e bate águia sem ideias
Rui Vitória Jesus treinador do Benfica Benfica Sporting desporto futebol Supertaça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)