Barra Cofina

Correio da Manhã

Papa em Fátima
5

Recorde o primeiro dia da visita de Francisco a Fátima

Papa foi recebido no Santuário por uma multidão de peregrinos.
12 de Maio de 2017 às 09:09
Papa Francisco no Santuário de Fátima
Papa Francisco oferece uma Rosa de Ouro a Nossa Senhora de Fátima
Papa Francisco oferece uma Rosa de Ouro a Nossa Senhora de Fátima
Papa Francisco oferece uma Rosa de Ouro a Nossa Senhora de Fátima
Papa em oração na Capelinha das Orações
Papa Francisco a rezar na Capelinha das Aparições
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco reza na Capelinha das Aparições
Papa Francisco em oração na Capelinha das Aparições
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco a rezar na Capelinha das Aparições
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa saúda multidão em Fátima
Papa Francisco à chegada a Fátima
Papa Francisco à chegada a Fátima
Papa Francisco à chegada a Fátima
Papa Francisco saúda a multidão em Fátima a partir do papamóvel
Papa Francisco chega ao Estádio Municipal de Fátima
Papa saúda população em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco no Santuário de Fátima
Papa Francisco oferece uma Rosa de Ouro a Nossa Senhora de Fátima
Papa Francisco oferece uma Rosa de Ouro a Nossa Senhora de Fátima
Papa Francisco oferece uma Rosa de Ouro a Nossa Senhora de Fátima
Papa em oração na Capelinha das Orações
Papa Francisco a rezar na Capelinha das Aparições
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco reza na Capelinha das Aparições
Papa Francisco em oração na Capelinha das Aparições
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco a rezar na Capelinha das Aparições
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa saúda multidão em Fátima
Papa Francisco à chegada a Fátima
Papa Francisco à chegada a Fátima
Papa Francisco à chegada a Fátima
Papa Francisco saúda a multidão em Fátima a partir do papamóvel
Papa Francisco chega ao Estádio Municipal de Fátima
Papa saúda população em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco no Santuário de Fátima
Papa Francisco oferece uma Rosa de Ouro a Nossa Senhora de Fátima
Papa Francisco oferece uma Rosa de Ouro a Nossa Senhora de Fátima
Papa Francisco oferece uma Rosa de Ouro a Nossa Senhora de Fátima
Papa em oração na Capelinha das Orações
Papa Francisco a rezar na Capelinha das Aparições
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco reza na Capelinha das Aparições
Papa Francisco em oração na Capelinha das Aparições
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco a rezar na Capelinha das Aparições
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco em Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa Francisco aplaudido por uma vasta multidão à chegada a Fátima
Papa saúda multidão em Fátima
Papa Francisco à chegada a Fátima
Papa Francisco à chegada a Fátima
Papa Francisco à chegada a Fátima
Papa Francisco saúda a multidão em Fátima a partir do papamóvel
Papa Francisco chega ao Estádio Municipal de Fátima
Papa saúda população em Fátima
Papa Francisco em Fátima
O papa Francisco está em Portugal para uma visita apostólica ao Santuário de Fátima, no âmbito do Centenário das Aparições, e durante a qual canonizará os pastorinhos Jacinta e Francisco Marto. A visita termina no sábado.

00h18 - A recitação do rosário e a procissão das velas decorreram na sexta-feira à noite entre o clima de recolhimento no interior do santuário de Fátima e alguma confusão e entusiasmo dos que no exterior ansiavam ver o papa.

Francisco chegou ao recinto cerca das 20h00 no papamóvel perante aplausos e gritos de emoção: "Francisco, Francisco!", gritou Manuela Paiva, residente da Madeira, natural de Moimenta da Beira, de onde partiu a pé rumo a Fátima. Duzentos e quarenta quilómetros depois, Manuela só queria ver Francisco um pouco mais de perto. "Foi tão pouquinho, passou tão depressa por nós. Ele é mesmo simpático. Dá-nos mais fé e esperança", contou à Lusa. Ao ver num ecrã gigante Francisco já a pé e a cumprimentar peregrinos, Manuela comove-se: "Meu querido papa. É tão simples".

--------

23h48 - Os milhões de pessoas que "vivem ainda no meio de conflitos insensatos" estiveram em destaque na homilia proferida pelo secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, no Santuário de Fátima.

O cardeal, que preside à missa no Santuário da Cova da Iria, perante muitos milhares de peregrinos que assinalam o Centenário das Aparições, alerta que, "mesmo em lugares outrora considerados seguros, nota-se uma sensação geral de medo".

"Com frequência somos surpreendidos por imagens de morte, pela dor de inocentes que imploram ajuda e consolação, pelo luto de quem chora uma pessoa querida por causa do ódio e da violência, surpreendidos pelo drama dos deslocados que fogem da guerra ou dos migrantes que morrem tragicamente", disse o cardeal Parolin, recuperando o discurso feito ao corpo diplomático, no Vaticano, em 9 de janeiro.

23h36 - 
A Igreja Ortodoxa diz que se associa à Igreja Católica na saudação ao papa Francisco, que está em Portugal até sábado, e demonstrou alegria pelos novos santos Francisco e Jacinta Marto.

O arquimandrita Philip Jagnisz, vigário de Portugal e Galiza do Patriarcado Ecuménico de Constantinopla, diz, numa nota publicada na página da diocese Leiria-Fátima, que "muitos peregrinos religiosos e não religiosos chegam a Fátima para fortalecer a sua fé, para encontrar a sua via para Cristo".

22h35 -
Milhares de peregrinos participam na procissão das velas.

22h30
- Papa retira-se. Francisco passa a noite à Casa de Nossa Senhora do Carmo, junto ao Santuário. Dezenas de fieis que o aguardavam ficaram desiludidos por o Sumo Pontífice chegar no interior do papamóvel. Mas muitos mostraram logo compreensão, afirmando que "ele está muito cansado".

22h00 - Início da procissão das velas.

21h54Cerca de 800 peregrinos foram assistidos nos serviços de apoio à saúde em Fátima desde quinta-feira, sendo que 16 deles foram levados para hospitais onde receberam cuidados médicos mais específicos.

21h50 -Francisco pede que a Virgem Maria seja vista como uma referência para a vida espiritual dos católicos e não como uma "santinha a quem se recorre para obter favores a baixo preço?".

21h44 - Durante a celebração da benção das velas, na Capelinha das Aparições, o Papa Francisco defende uma "revolução" centrada na misericórdia e no perdão.

21h35 - No discurso da benção das velas, o papa Francisco lembra os "desterrados" e "excluídos" da sociedade contemporânea. "Sobre cada um dos deserdados e infelizes a quem roubaram o presente, dos excluídos e abandonados a quem negam o futuro, dos órfãos e injustiçados a quem não se permite ter um passado, desça a bênção de Deus encarnado em Jesus Cristo", disse.

21h30 - Papa Francisco discursa em português.

21h29 - O Presidente da República considerou que a visita apostólica do papa Francisco "tem corrido muitíssimo bem" e afirmou que, excetuando as cerimónias oficiais de receção e despedida, também está em Fátima como peregrino.

21h28 -
Francisco já discursa na Procissão das Velas. O Papa acendeu uma vela na Capelinha das Aparições.

21h08
- Papa Francisco regressa ao Santuário para a procissão das velas.

20h46 - O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje esperar que a visita do papa Francisco constitua "24 horas de grande alegria e partilha", considerando o líder da Igreja Católica uma referência para crentes e não crentes.

"É com grande alegria que recebemos em Portugal o papa Francisco, uma referência certamente para os crentes, mas uma referência para todos aqueles que acreditam nos valores da paz, nos valores da humanidade, nos valores da dignidade da pessoa humana", afirmou António Costa num vídeo divulgado nas redes sociais.

Nas páginas oficiais do primeiro-ministro no Twitter e no Instagram, António Costa disse esperar que a visita apostólica de Francisco constitua "24 horas de grande alegria e partilha entre todos".

20h23 - O espaço exterior junto à Basílica da Santíssima Trindade, em Fátima, está transformado num quarto gigante, que vai servir para centenas de peregrinos descansarem durante a noite, e que, entretanto, vais servindo de espaço para refeições.

Do lado direito da entrada da basílica, cerca de 70 chineses, que vieram ver o papa Francisco, que preside às cerimónias do Centenário das Aparições de Fátima, arrumaram "milimetricamente" as suas esteiras e sacos cama, onde, por agora, jantam sentados.

20h04  -
Francisco recolheu à Casa Carmo, de onde voltará a sair para a bênção das velas e recitação do terço, às 21h30. Pouco depois das 22h00, Francisco regressa aos aposentos onde vai pernoitar.

19h57 - 
O papa Francisco abençoou uma criança de 6 anos, que sofre de paralisia cerebral, à entrada do santuário de Fátima, mas sem sair do papamóvel, ao reparar num cartaz que a mãe do menino segurava nas mãos.

A criança, que tem problemas motores e se desloca em cadeira de rodas, estava com os pais à entrada do recinto do santuário de Fátima, por onde a viatura papal entrou. Francisco reparou no cartaz empunhado pela mãe de Gabriel (a pedir a bênção para o filho poder andar) e, com a viatura sempre em andamento, virou-se para onde estava a família e benzeu-a com o sinal da cruz.

18h40 -
 Francisco apela à paz entre os homens: "Peregrino da paz, que neste lugar anuncias, louvo a Cristo, nossa Paz, e para o mundo peço a concórdia entre todo os povos". "Percorreremos, assim, todas as rotas, seremos peregrinos de todos os caminhos, derrubaremos todos os muros e venceremos todas as fronteiras, saindo em direção a todas as periferias, aí revelando a justiça e a paz de Deus", afirmou Francisco na sua oração, acrescentando: "Seremos, na alegria do Evangelho, a Igreja vestida de branco, da alvura branqueada no sangue do Cordeiro derramado ainda em todas as guerras que destroem o mundo em que vivemos", acrescentou o papa.

18h30 - Francisco entrega ao Santuário a terceira rosa de ouro. O Sumo Pontífice dirige-se aos peregrinos em português

18h25 - Atualização dos dados sobre os cuidados de saúde. Perto de 800 peregrinos foram assistidos  desde quinta-feira, tendo 16 deles sido transferidos para hospitais onde receberem cuidados mais diferenciados, segundo fonte da Proteção Civil.

18h20 - O papa chega ao Santuário, onde o espera uma multidão em euforia. Francisco dirige-se para a capelinha das aparições. Reza em silêncio perante a imagem de Nossa Senhora de Fátima.






















18h00 -  O papamóvel segue em marcha lenta a caminho do Santuário. Francisco saúda a multidão que se acotovela nos passeios para acenar ao papa.































17h50
- Papa aterra no recinto que ostenta agora o seu nome. Papamóvel parte do Estádio Papa Francisco para Fátima

17h45 -
Multidão nas ruas de Fátima aguarda a passagem do papa. Rotunda do monumento aos pastorinhos foi "invadida" por populares.

17h40 -  
Os três helicópteros que levaram Francisco e a sua comitiva até Fátima sobrevoaram o Santuário, antes de aterrarem no estádio da cidade. Num dos aparelhos seguia Marcelo Rebelo de Sousa. Segue-se o percurso em papamóvel até ao Santuário. 























17h10 - O papa entrou no helicóptero EH101 da Força Aérea Portuguesa, que o vai levar para Fátima. Vai aterrar no estádio municipal, de onde segue para o Santuário no papa móvel.
























16h55 -
O Sumo Pontífice visita a capela da Base Aérea de Monte Real.

16h52 -
Francisco cumprimenta as dezenas de civis que o vieram esperar à base aérea.Pára para falar com as pessoas, beija as crianças, revela simpatia e muitos sorrisos. Chega até a assinar o caderno de uma criança ali presente. 

O Papa Francisco saudou dez jovens doentes, filhos de militares na Base Aérea de Monte Real. "São dez jovens que foram tocados por doenças não expectáveis para a sua idade", explicou à Agência Ecclesia D. Manuel Linda, bispo das Forças Armadas e de Segurança


























16h46 -
Papa termina a breve reunião que manteve com o Presidente da República, numa sala da Base Aérea de Monte Real. Francisco e Marcelo Rebelo de Sousa reuniram-se a sós durante cerca de dez minutos numa sala do edifício da Torre de Controlo da Base Aérea de Monte Real.

No final do encontro, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa, entraram também na sala para uma troca de cumprimentos com o líder da Igreja Católica.


























16h35 -
Foi revelada a mensagem que Francisco deixou aos jornalistas que o acompanharam no voo. "Esta viagem é algo especial, uma viagem de oração de encontro com o Senhor e com a santa mãe de Deus", disse Francisco aos 69 jornalistas que seguiram no voo papal em direção a Monte Real. A curta mensagem à imprensa foi feita menos de uma hora após a partida do aeroporto de Fiumicino, em Roma.

16h22  -
O papa Francisco foi recebido pelo Presidente da República na Base Aérea de Monte Real. Presidente cumprimentou Francisco e deu-lhe as boas vindas à saída do avião. Estavam presentes as três mais altas entidades do Estado português, Presidente da República, presidente da Assembleia da República e primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa, recebeu o líder da Igreja Católica à saída do avião, na pista da Base Aérea de Monte Real, em Leiria e cumprimentou-o de forma calorosa.

No local estavam também o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa, bem como os ministros dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes, e Adjunto, Eduardo Cabrita, e respetivas mulheres

16h10 - O avião da Alitalia que trouxe o papa Francisco desde Roma aterrou na base de Monte Real. Esperam-no o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa e o Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.


16h00 -
O Ministério da Administração Interna (MAI) garante que a rede nacional de segurança interna e o sistema de comunicações SIRESP está a funcionar normalmente, apesar do vírus que está a circular na internet. Fonte oficial do MAI disse à agência Lusa que, para já, não há qualquer tipo de interferência nas redes através do qual são também asseguradas as comunicações em Fátima, que hoje recebe o papa Francisco.

15h45 - O avião da Alitalia, com o papa Francisco a bordo, entrou às 15:43, em espaço aéreo português. A partir desse momento, o avião tem a escolta de uma parelha de caças F-16, sediados na Base Aérea de Monte Real, onde vai aterrar.

15h45 - Marcelo chega à base aérea de Monte Real e é recebido ao som do hino nacional.

14h30 - Rui Esteves, comandante da Proteção Civil, faz o balanço dos cuidados prestados aos peregrinos. Foram atendidas 378 pessoas, das quais 11 foram encaminhadas para tratamento hospitalar.

14h15 - A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, admite que existem "constrangimentos" no alojamento do grande número de militares deslocados para Fátima. "Isto é um período excecional, em que as pessoas dão o melhor de si. Existem constrangimentos que podem existir nestas alturas, mas isto é algo que é secundário, tendo em consideração esta enorme missão". A ministra reagia ao comunicado da Associação dos Profissionais da Guarda (APG), que critica as "condições desumanas" de alojamento dos militares da GNR de serviço em Fátima.

13.30 - A Ministra da Administração Interna diz que a operação de segurança em Fátima está a decorrer "com normalidade". Considerando a operação "de caráter extraordinário e único", Constança Urbano de Sousa adianta que a operação de segurança está "a decorrer como o previsto, com muita tranquilidade e empenho" de todos os elementos das forças e serviços de segurança envolvidos.

13h20 -  A GNR anuncia que os parques de estacionamento em Fátima estão esgotados. Autoridades recomendam que os peregrinos não tentem entrar na cidade de automóvel.

13h10 - O avião que transporta Francisco descolou do aeroporto de Fiumicino, em Roma.

13.00 - Marco Paulo esteve no estúdio da CMTV
a falar da sua devoção a Fátima e cantou com os peregrinos, num momento de grande emoção.

Marco Paulo canta com peregrinos no estúdio da CMTV em Fátima


12h55 -
Francisco acaba de entrar no avião que o traz a Portugal. Tem chegada prevista para as 16h20, na Base Aérea de Monte Real, Leiria. Aguarda-o o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

12.30 - Ultimam-se os preparativos para a chegada do papa ao aeroporto de Fiumicino, em Roma, onde o avião da Alitalia já está a postos para receber a comitiva de Francisco.























12h20 -
Mais de uma hora e meia de espera é quanto os fiéis aguardam para queimar as velas no tocheiro, em Fátima, uma demora que não demove os crentes que querem demonstrar a sua fé por esta via. No Santuário vêm filas em vários locais.
 
12h05 - A Força Aérea está pronta para levar o papa de Monte Real para Fátima. Vídeo transmitido em direto no Facebook mostra o helicóptero EH-101 Merlin, da Esquadra 751.



12h00 -  O papa Francisco pede aos fieis que se juntem a ele em oração, horas antes de chegar a Fátima para as celebrações do centenário das "aparições". "Peço a todos para unirem-se a mim, como peregrino da esperança e da paz: que as vossas mãos em oração continuem a apoiar as minhas", escreveu o papa, em português, numa mensagem na internet divulgada na plataforma de mensagens Twitter.

Na quinta-feira, o Papa tinha deixado outra mensagem nesta rede social sobre a sua visita a Fátima




11h50 -  A GNR está a fazer "revistas de segurança aleatórias" de pessoas nos acessos ao santuário de Fátima. "A revista é feita após uma avaliação feita pelos militares" em "vários locais de acesso ao santuário", disse à agência Lusa o major Bruno Marques, porta-voz da GNR. Equipas de militares da GNR encontram-se nas entradas para o recinto do Santuário, algumas com detetores de metais.




11h40 - O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou que esta sexta-feira é um dia "muito importante" para Portugal, e de "grande alegria", pela visita do Francisco a Fátima, no centenário das "aparições". Em declarações aos jornalistas, na Casa de Retiro de Nossa Senhora das Dores, em Fátima, o chefe de Estado defendeu que "Portugal é um país muito seguro" e "não há problema nenhum de segurança" relacionado com esta visita do líder da Igreja Católica.

11h15 - O mau tempo que se faz sentir na zona de Monte Real pode levar a uma mudança de planos em relação ao local da aterragem do Papa Francisco. Este deveria aterrar na base militar pelas 16h20, mas está a ser equacionada a hipótese de o voo ser desviado para Lisboa. Estava prevista a deslocação de Monte Real para Fátima num helicóptero da Força Aérea.

11h00 - O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, visitou hospital de campanha montado em Fátima e garante que a assistência médica aos peregrinos está assegurada.

10h40 -  O presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca, mantém a perspetiva de que um milhão de pessoas visitem Fátima nos dois dias da visita do papa Francisco para as celebrações do Centenário das Aparições. Apesar da chuva que tem caído com intensidade em Fátima, Paulo Fonseca disse esperar que a seguir ao almoço comecem a chegar mais peregrinos.

10h15 -  Os serviços de apoio à saúde em Fátima atenderam até às 9h00 desta sexta-feira, 378 pessoas, a maioria peregrinos e com situações de simples resolução, tendo quatro sido transferidos para o hospital, revelou o comandante nacional de proteção e socorro.

10h00 -   As várias estradas em direção a Fátima "não registam qualquer constrangimento" de trânsito na manhã desta sexta-feira. Segundo a GNR, até às 09:45, o trânsito fluia com normalidade na autoestrada 1 (A1) e nas estradas nacionais que vão dar a Fátima. Esta força policial avisa que os parques de estacionamento da zona norte do santuário 2, 3, 4, 5 e 6 estão completos, existindo vagas nas bolsas de estacionamentos fora de Fátima. Os parques de estacionamentos para os autocarros de 11 a 14 têm vagas.

9h30 - Decorre uma missa em francês na Capelinha das Aparições. Antes já houve liturgias em alemão e inglês. Ainda durante esta sexta-feira, haverá novas missas em espanhol, holandês, italiano e polaco.

9h00  - Uma larga multidão de peregrinos concentra-se já no Santuário de Fátima. É esperada uma das maiores multidões que a cidade já viu para a comemoração do centenário das aparições. Autoridades falam em 1 milhão de pessoas


De acordo com o programa previsto, o avião que transporta Francisco de Roma deve aterrar na Base Aérea de Monte Real às 16h20, onde terá a aguardá-lo o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o primeiro-ministro, António Costa, e o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, além do Núncio Apostólico, Rino Passigato, do presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, Manuel Clemente, e do bispo de Leiria-Fátima, António Marto.

Depois de visitar a capela da Base Aérea e de um encontro com o Presidente da República, o papa desloca-se de helicóptero para Fátima, onde fará o percurso entre o estádio de futebol e o Santuário de papamóvel. A Capelinha das Aparições será a primeira paragem do "peregrino" Francisco, onde oferecerá a Rosa de Ouro ao templo mariano. Será a terceira vez que o Santuário da Cova da Iria receberá esta distinção do Vaticano.

Na capelinha, o Pontífice vai invocar a "Senhora da veste branca" e recordar que, há 100 anos, esta mostrou em Fátima os "desígnios da Misericórdia" de Deus.

Francisco vai ainda referir-se aos "bem-aventurados Francisco e Jacinta", os dois pastorinhos que irá canonizar no sábado.

"Seremos, na alegria do Evangelho, a Igreja vestida de branco, da alvura branqueada no sangue do Cordeiro derramado ainda em todas as guerras que destroem o mundo em que vivemos", dirá o papa.

Após este momento, o papa recolhe à Casa Carmo, de onde voltará a sair para a bênção das velas e recitação do terço, às 21h30. Pouco depois das 22h00, Francisco regressa aos aposentos onde vai pernoitar, cabendo ao Secretário do Vaticano, Pietro Parolin, presidir à eucaristia que se seguirá.

Uma vasta operação de segurança está montada em torno desta visita, com milhares de operacionais envolvidos nas várias vertentes. Em Fátima, as questões relacionadas com a segurança são visíveis, desde logo nas restrições à circulação automóvel, bem como à colocação de barreiras de betão em diversos locais da cidade.

O santuário admite que para esta peregrinação de Francisco estejam em Fátima mais de um milhão de pessoas.

Francisco é o quatro papa a visitar Portugal, depois de Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991 e 2000) e Bento XVI (2010).
Ver comentários