Correio da Manhã

PS dá nega ao BE e PSD apoia taxa
Foto Lusa/ Luís Forra
Por Wilson Ledo | 10:45
  • Partilhe
Posição socialista surpreende Bloco de Esquerda. Rio diz que medida “não é disparatada”.

O PSD está disponível para apoiar a proposta do BE de uma nova taxa sobre a especulação imobiliária – batizada ‘taxa Robles’ –, no Orçamento de 2019, depois de o PS ter recusado, pela voz do primeiro-ministro, a iniciativa.

"Não é uma coisa assim tão disparatada", reagiu Rui Rio.

À esquerda, depois de o líder parlamentar socialista, Carlos César, ter afirmado que "não há qualquer intenção" de aprovar a medida, António Costa veio rematar que a iniciativa "foi feita à pressa", lembrando que já existe tributação sobre as mais-valias e que a especulação imobiliária se combate com habitação a preço acessível.

O CDS classificou a medida como "demagogia". Já o PCP segue no mesmo sentido, acusando o BE de manobra política. "Do CDS já esperávamos voto contra, do PS não", reagiu a deputada Mariana Mortágua no Twitter.

Ao final do dia, foi a vez de Catarina Martins responder a Costa, lembrando que a proposta é "sensata" e que tem vindo a ser negociada com o ministro das Finanças "desde junho".

Quanto ao apoio do PSD, a líder bloquista não fecha a porta. "Quem achar a proposta sensata e a quiser trabalhar, ótimo."

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE