Correio da Manhã

Rui Rio considera autárquicas "importantíssimas" para implantação do PSD no terreno
Foto Lusa
Foto CMTV
Foto Rui Farinha/Lusa
Foto Rui Farinha/Lusa
Por Lusa | 01:30
  • Partilhe
Líder do PSD vincou que "tudo aquilo que o partido foi perdendo", ao longo destes anos, vai ter agora de o recuperar.

O presidente do PSD disse esta terça-feira que as próximas eleições autárquicas são "importantíssimas" para a "real implantação estrutural do partido" no terreno, lembrando que desde 2005 o PSD tem "vindo a cair" nestas eleições.

No encerramento da apresentação do Conselho Estratégico Nacional (CEN), durante o qual chegou a ser anunciada a sua ausência devido a uma questão pessoal, Rui Rio considerou que o PSD tem, a partir de agora, de estar "ativo concelho a concelho" no que concerne à atividade autárquica, particularmente onde é oposição.

"Passou-se um ano desde as últimas eleições autárquicas, portanto, faltam três anos para as próximas, não é grave que durante o primeiro ano as coisas não tenham grande dinâmica, mas já é grave se, a partir de agora, o partido não estiver ativo concelho a concelho", frisou.

Neste sentido, Rui Rio pediu às distritais e às concelhias para traçarem uma "estratégia de acompanhamento" da atividade municipal porque o PSD "tem vindo sempre a cair" nas autárquicas desde 2005 até 2017.

As eleições autárquicas são a "verdadeira implantação do partido no terreno", frisou o ex-autarca da Câmara Municipal do Porto, e ressalvou que se um partido estiver "fortemente implantado" nas câmaras e juntas de freguesia está "onde é mais importante" estar.

PUBLICIDADE
Por isso, o líder do PSD vincou que "tudo aquilo que o partido foi perdendo", ao longo destes anos, vai ter agora de o recuperar.

Rio afirmou "não saber" se vai estar na liderança do partido aquando das próximas autárquicas, mas adiantou que se estiver não vai "fazer demagogia", nem andar com "conversas fiadas" porque a vitória tem de se construir fazendo, por exemplo, oposição, salientou.

Na sua opinião, o acompanhamento da atividade municipal é o que permite ao PSD ter "a aspiração" de chegar a 2021 com mais câmaras do que as que atualmente tem.

"Se continuarmos a fazer como fizemos muitas vezes, de não ligarmos às coisas, será muito difícil", disse.

PUBLICIDADE
Além das eleições autárquicas, Rui Rio mostrou ainda a ambição de conquistar as europeias e legislativas.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE