Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

582 mil de quotas duvidosas

As contas do PSD, no tempo em que Luís Filipe Menezes era presidente do partido (2007) mostram que as quotas dos sociais-democratas valiam anualmente 2,3 milhões de euros.
14 de Maio de 2011 às 00:30
Luís Filipe Menezes era o presidente do PSD em 2007
Luís Filipe Menezes era o presidente do PSD em 2007 FOTO: Manuel de Almeida/Lusa

Mas as contas mostram também que 582 mil euros podem ser consideradas como quotas de cobrança duvidosa.

O PSD é ainda proprietário de dezenas de prédios espalhados um pouco por todo País.

LUÍS FILIPE MENEZES CONTAS PSD MILITANTES ELEIÇÕES
Ver comentários