Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Açores: PS deixa decisão definitiva para mais tarde

O PS considerou esta segunda-feira que o veto presidencial aso Esatuto Político-Administrativo dos Açores não suscita questões distintas das já apreciadas pelo Parlamento, mas deixou para um momento posterior uma decisão definitiva.
27 de Outubro de 2008 às 17:45
Alberto Martins
Alberto Martins FOTO: D.R.

“Numa primeira leitura, não nos parece que as questões suscitadas pelo senhor Presidente da República no veto sejam diversas ou distintas daquelas que foram apresentadas e apreciadas na Assembleia da República”, afirmou o líder parlamentar do PS, Alberto Martins, acrescentando que os socialistas vão ainda “apreciar devidamente as razões de veto”.

Por sua vez, o PSD, pela voz do líder do grupo parlamentar, Paulo Rangel, afirmou compreender as razões que levaram Cavaco Silva a vetar o Estatuto dos Açores e disse esperar para “ver se o PS finalmente tem em conta as razões do Presidente”.

Já o CDS-PP apelou ao PS e ao PSD  para que encontrem “uma fórmula para ultrapassar os constrangimentos e permitir que os Açores tenham o seu Estatuto Político-Administrativo”.

O deputado Nuno Melo classificou a autonomia regional como um “instrumento fundamental  dos Açores” e exortou para que se encontre um “consenso”.

O porta-voz do CDS-PP lembrou ainda que “a Assembleia através do seu voto unânime manifestou um consenso”.

O Bloco de Esquerda-Açores (BE/A) também já reagiu à decisão do Presidente da República, considerando que o veto foi baseado em “duas questões menores” e defendendo a necessidade do documento entrar rapidamente em vigor.

“Nada mais, do ponto de vista constitucional, há a corrigir”, frisou a líder do BE/A, Zuraida Soares, acrescentando que  “vai continuar a defender este Estatuto”.

 

“Nada mais, do ponto de vista constitucional, há a corrigir”, frisou a líder do BE/A, Zuraida Soares, acrescentando que  “vai continuar a defender este Estatuto”.

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)