Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

ADIADA IDA PARA O IRAQUE

Os militares da GNR que vão integrar a força de manutenção de paz no Iraque “não deverão partir antes do final do mês”, anunciou ontem o ministro da Administração Interna, Figueiredo Lopes. A data da partida dos 120 militares portugueses, novamente adiada, está dependente do Comando Britânico, onde serão incorporados os efectivos da Guarda Republicana.
3 de Julho de 2003 às 00:00
Garantidos estão para já os meios logísticos e operacionais italianos – blindados –, que, tal como o CM já tinha adiantado, vão apoiar a missão portuguesa. “O acordo em termos técnicos já existe e o acordo político com o governo italiano também já existia”, pelo que “não há motivo para preocupações”, explicou Figueiredo Lopes, à margem das cerimónias comemorativas do 136º aniversário da PSP.
O ministro recordou que a aquisição dos equipamentos necessários para o cumprimento da missão portuguesa só foi possível graças à dotação orçamental extraordinária de cinco milhões de euros, aprovada pelo Conselho de Ministros. O Exército também vai ceder alguns meios para apoiar a missão da GNR, nomeadamente a nível de equipamento de protecção individual para guerra nuclear, biológica e química.
Mas, enquanto se acertam as datas para o envio de elementos da GNR, a polémica instalou-se no PS com a candidatura de José Lamego – o colaborador mais próximo de António Guterres – ao pelouro dos Assuntos Humanitários da administração civil daquele país. O ex-secretário de Estado está longe de reunir os apoios da direcção do PS, uma vez que, os socialistas manifestaram-se contra a intervenção militar iraquiana. Apesar de não concordar com a hipótese, Ferro Rodrigues veio colocar ontem alguma água na fervura. Em declarações à TSF, o líder do PS limitou-se a dizer que a candidatura de Lamego é uma “opção de carácter profissional” e não política. Por seu turno, Lamego declarou ao CM que não é o momento oportuno para se pronunciar sobre as críticas que recaem sobre si, até porque o processo não está concluído e há mais candidatos. “É apenas uma candidatura”, concluiu.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)