Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Agricultores sem acesso a verbas

O líder do CDS-PP, Paulo Portas, acusou ontem o ministro da Agricultura, Jaime Silva, de "incompetência" ao deixar prescrever os prazos das candidaturas ao programa PRODER e deixar os agricultores mais um ano sem acesso a apoios financeiros.
22 de Dezembro de 2008 às 00:30
Paulo Portas critica Governo por deixar agricultores sem apoios financeiros mais um ano
Paulo Portas critica Governo por deixar agricultores sem apoios financeiros mais um ano FOTO: Pedro Caetano/Lusa

"Temos um primeiro-ministro a anunciar planos anticrise e um ministro da Agricultura que não sabe tomar decisões a tempo, prejudica a economia rural e contribui assim para aumentar a crise", acusou Paulo Portas, num vídeo colocado no YouTube.

A situação foi confirmada pelo secretário-geral da Confederação dos Agricultores Portugueses (CAP), Luís Mira, que adiantou que 90% das candidaturas não obtiveram resposta do Governo. Em causa está o acesso a verbas para a modernização do sector da Agricultura.

"Perdeu-se mais um ano, mais uma oportunidade. O Estado é muito bom a penalizar o contribuinte que se atrasa, mas nunca cumpre os prazos", afirmou ao CM Luís Mira. Segundo adiantou, o prazo para avaliar as candidaturas terminou dia 10. Fonte do Ministério da Agricultura garantiu que as verbas (cerca de 60 milhões) poderão ser aplicadas no próximo ano.

Luís Mira lamentou ainda que mais de 180 milhões de euros em fundos comunitários tenham sido "desperdiçados por incapacidade do Governo".

SAIBA MAIS

PRODER

O PRODER é um instrumento estratégico e financeiro de apoio ao desenvolvimento rural do Continente, para o período 2007-2013.

4,4 milhões de euros. Este é o valor de despesa pública envolvida no PRODER.

CPMPETITIVIDADE

O projecto tem como objectivo aumentar a competitividade dos sectores agrícola e florestal e revitalizar económica e socialmente as zonas rurais.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)