Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Alegre conta com César

"A minha concorrência é com os líderes dos outros partidos, esse é o meu desafio." Foi desta forma que o presidente do PS dos Açores, Carlos César, lançou um apelo aos socialistas em relação à necessidade de o partido encontrar um candidato presidencial que una a Esquerda que não se revê em Cavaco Silva. Pelo meio, o responsável considerou que Manuel Alegre "é uma das pessoas com capacidade de levar o PS a ter uma posição tendencialmente unida" naquelas eleições.
31 de Dezembro de 2009 às 00:30
Alegre (na foto com José Sócrates) mantém tabu sobre Presidenciais
Alegre (na foto com José Sócrates) mantém tabu sobre Presidenciais FOTO: Tiago Petinga/Lusa

Contactado pelo CM, Manuel Alegre, que continua a alimentar o tabu sobre se vai ou não entrar na corrida às Presidenciais de 2011, registou as palavras de Carlos César "com grande agrado", porque, afirmou, "não só exprimem sentimento como têm peso político". Mas advertiu: "O Presidente da República deve ser transversal, tem de se filiar ao País e aos portugueses, mas é claro que a mensagem de Carlos César tem grande significado político", sublinhou.

Questionado sobre se considera que a Esquerda vai dar ouvidos ao apelo do líder açoriano, Manuel Alegre limitou-se a dizer: "[Carlos César] é uma figura proeminente na vida democrática portuguesa."

E apesar de continuar a fugir às questões relativas à sua candidatura, a verdade é que Manuel Alegre já tem agendados dois jantares com apoiantes das últimas Presidenciais para o início de 2010.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)