Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

ALEMÃES SÃO BÊBADOS ARROGANTES

Ainda a controvérsia gerada pela ida do primeiro-ministro Sílvio Berlusconi ao Parlamento Europeu não está esquecida e já outro elemento do Governo italiano se lançou em nova polémica. O secretário de Estado para a Indústria, Stefano Stefani, escreveu uma carta aos membros do seu partido, a Liga do Norte, na qual afirma que os “alemães são bêbados” e “arrogantes”.
8 de Julho de 2003 às 00:00
A polémica intervenção de Berlusconi (na foto) no Parlamento Europeu continua a dar que falar
A polémica intervenção de Berlusconi (na foto) no Parlamento Europeu continua a dar que falar FOTO: d.r.
“Nós conhecemos o povo alemão. Querem ser sempre os melhores da classe e invadem as nossas praias no Verão, bêbados e com uma autoconfiança arrogante”, lê-se na carta publicada no jornal oficial do partido, “La Padania”. Uma missiva que não contribuirá em nada para melhorar as relações bilaterais depois de Berlusconi ter chamado “nazi” ao eurodeputado Martin Schulz em pleno debate na última sessão plenária do Parlamento Europeu.
Na mesma carta, Stefani refere-se ao caso Schulz e escreve que o eurodeputado social-democrata alemão “foi educado numa sociedade de cerveja e batatas fritas”.
Na sequência do insulto de Berlusconi, o chanceler alemão, Gerhard Schroeder, exigiu um pedido de desculpas formal. O primeiro-ministro italiano telefonou a Schroeder para afirmar que lamentava o sucedido, mas rejeitou que as suas afirmações fossem um pedido de desculpa.
A reacção alemã aos comentários de Stefani ainda não é conhecida, mas deverá estragar as férias a alguns membros do Governo alemão. De acordo com a edição alemã do jornal “Financial Times”, Schroeder tencionava passar as suas férias em Itália, tal como os seus ministros dos Negócios Estrangeiros, Joschka Fischer, e do Interior, Otto Schily.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)