Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Anterior Governo não fez auditoria, tem o atual de o fazer

O Governo incumbiu a nova administração da CGD de fazer uma "auditoria independente".
23 de Junho de 2016 às 23:34
Declarações de António Costa enquanto passeava pelo São João
Declarações de António Costa enquanto passeava pelo São João FOTO: José Coelho/Lusa
O primeiro-ministro, António Costa, disse esta quinta-feira, no Porto, que se o anterior Governo PSD/CDS-PP não fez uma auditoria à Caixa Geral de Depósitos (CGD), tem o atual executivo de o fazer.

"Se o anterior Governo não fez [auditoria], que remédio, temos nós de fazer", salientou António Costa, enquanto passeava pelo São João, a noite mais festiva e longa do Porto.

O Governo anunciou hoje que incumbiu a nova administração da CGD de fazer uma "auditoria independente" aos atos de gestão do banco "praticados a partir de 2000".

Na conferência de imprensa que se seguiu à reunião do Conselho de Ministros, o ministro das Finanças, Mário Centeno, disse esperar que a auditoria independente possa esclarecer dúvidas e travar a "perturbação" sobre o banco, nomeadamente suscitada pela ex-ministra Maria Luís Albuquerque.

"Temos constatado que o anterior Governo e, em particular a anterior ministra das Finanças, apesar das inúmeras auditorias feitas pelo Banco de Portugal e pelos auditores externos da CGD, acha que houve coisas que não foram esclarecidas quando deviam ter sido e a última coisa que pode acontecer é que fique alguma coisa por esclarecer", frisou.
António Costa Porto Governo PSD CDS-PP Caixa Geral de Depósitos CGD Governo banca
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)