Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Antigo autarca em liberdade

Luís Carito, suspeito de corrupção, deixa prisão domiciliária e está sujeito a apresentações
28 de Janeiro de 2014 às 15:38
Ex-autarca de Portimão Luís Carito é suspeito de corrupção
Ex-autarca de Portimão Luís Carito é suspeito de corrupção FOTO: Miguel Duarte

O ex-vice-presidente da Câmara de Portimão, Luís Carito, deixou de estar sujeito a prisão domiciliária. O juiz Carlos Alexandre alterou a medida de coação para apresentações periódicas às autoridades, após requerimento apresentado pela defesa.

Carito, que é suspeito de corrupção, já tinha voltado a exercer medicina no Centro de Saúde de Portimão, no início de janeiro, conforme o CM noticiou. Continuou, no entanto, sujeito a prisão domiciliária com pulseira eletrónica, medida a que estava sujeito desde julho, depois de duas semanas em prisão preventiva.

O antigo número dois da Câmara de Portimão foi detido, juntamente com o vereador da autarquia, Jorge Campos, Lélio Branca, administrador da empresa municipal Portimão Urbis, e os empresários Artur Curado e Luís Marreiros, em junho de 2013. São suspeitos de desviar dinheiro da Portimão Urbis, através da celebração de contratos fictícios, relacionados com o projeto da Cidade do Cinema, que nunca saiu do papel. A investigação, a cargo da PJ, continua a decorrer.

portimão antigo autarca liberdade
Ver comentários