Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

António Costa acusa Oposição de “irresponsabilidade”

O socialista António Costa acusou este sábado os partidos políticos de irresponsabilidade ao desencadear a crise política e avisou que "quem é irresponsável na Oposição não vai aprender a ser responsável quando é Governo".
9 de Abril de 2011 às 13:18
António Costa reconheceu que "há muita gente em Portugal a sofrer"
António Costa reconheceu que 'há muita gente em Portugal a sofrer' FOTO: Pedro Ferreira/Record

"Quem não é responsável na oposição, não vai aprender a ser responsável quando é Governo. Ou se é responsável ou não se é responsável", afirmou António Costa, apontando o "grave momento escolhido para desencadear a crise política".  

No XVII Congresso do PS, em Matosinhos, Costa defendeu a "consciência social" com que os socialistas têm vindo a enfrentar as crises, afirmando que o PS não tem "os olhos fechados", reconhecendo que "em Portugal há muita gente que está a sofrer".  

"O nosso dever é sermos solidários, o nosso dever é não ignorar a realidade, mas o nosso dever em primeiro lugar para com Portugal, para com os portugueses, e para com esses que estão a sofrer, é, com toda a determinação, toda a coragem, atacar o mal prioritário, reduzir a dívida, reduzir o défice, consolidar as nossas finanças públicas", afirmou.  

Referindo-se ao acordo em torno do objectivo da consolidação das contas públicas que tem que existir entre PS e PSD, com a "União Europeia a dizer que até 15 de Maio tem que haver acordo que envolva pelo menos entre dois principais partidos portugueses", António Costa separou os objectivos das formas de os alcançar e do "sentido" dado às medidas de austeridade.  

"As pessoas podem-se perguntar, então, mas que sentido faz haver um acordo antes das eleições e que sentido faz irmos escolher nas eleições alternativas de governo comprometidos com um mesmo objectivo", questionou. 

António Costa deu logo a resposta: "Não haja qualquer ilusão, nem haja nenhuma confusão, os objectivos podem e espero que sejam comuns, mas as formas de alcançar esses objectivos são bem diversos. Sobretudo é bastante diverso qual é o sentido que tem o esforço que os portugueses estão a enfrentar", disse.

antónio costa ps congresso matosinhos governo oposição crise
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)