Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

António José Seguro: "Há linhas vermelhas que não ultrapassamos"

O líder do PS, António José Seguro, afirmou nesta segunda-feira que compete ao Governo encontrar os cortes de quatro mil milhões de euros na despesa porque é uma “responsabilidade de quem negociou essa obrigação” com a troika. “Há linhas vermelhas que não ultrapassamos”, avisou o secretário-geral dos socialistas, depois de duas horas de reunião com o primeiro-ministro, Passos Coelho, em São Bento.
5 de Novembro de 2012 às 14:16
António José Seguro não revelou muito do teor da reunião com o primeiro-ministro
António José Seguro não revelou muito do teor da reunião com o primeiro-ministro FOTO: Lusa

Seguro insistiu que Passos Coelho não colocou em cima da mesa a refundação do memorando de entendimento de ajuda externa.

Questionado, então, sobre a finalidade do encontro, o líder socialista assinalou que serviu para o primeiro-ministro explicar em detalhe as suas propostas, bem como a posição dos socialistas.

"Não se trata de uma perda de tempo", argumentou ainda Seguro, a propósito da reunião poder ser encarada como uma encenação.

Seguro reúne nesta tarde de segunda-feira com as duas centrais sindicais e à noite a Comissão Política Nacional do PS.

Pedro Passos Coelho António José Seguro PS Primeiro-ministro São Bento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)