Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

"Arrogância jocosa" apontada no processo a Joe Berardo

Empresário já recebeu nota de culpa.
Janete Frazão 6 de Setembro de 2019 às 09:34
Declarações de Berardo no Parlamento ditaram a reavaliação das comendas
Joe Berardo
Joe Berardo
Declarações de Berardo no Parlamento ditaram a reavaliação das comendas
Joe Berardo
Joe Berardo
Declarações de Berardo no Parlamento ditaram a reavaliação das comendas
Joe Berardo
Joe Berardo
Aarrogância jocosa" apontada no requerimento do CDS-PP em que é pedida a retirada de Joe Berardo dos quadros da ordem é referida no relatório elaborado por Mota Amaral, instrutor do processo disciplinar contra o empresário, apurou o CM.

No documento, Mota Amaral faz um levantamento do comportamento de Berardo na comissão de inquérito à CGD, que suscitou este processo. "A minha participação visou apurar factos", disse Mota Amaral ao CM, assegurando que não toma "em nenhum momento" qualquer pré-decisão. "Não cabe ao instrutor esse papel", sublinhou.

Joe Berardo recebeu a nota de culpa na quarta-feira e tem 30 dias para contestar. O empresário recusa comentar, mas o CM sabe que é expectável que apresente a sua defesa. Só depois, o Conselho das Ordens decidirá se o madeirense perde as comendas, tal como foi solicitado pelos centristas.

O facto de o empresário ter reconhecido em carta enviada ao presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, que teve momentos "infelizes" poderá servir de atenuante, no sentido de Berardo só ser alvo de reprimenda.
Joe Berardo Mota Amaral Aarrogância CDS-PP economia negócios e finanças política governo (sistema)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)