Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Assembleia da República aprova voto de pesar por Paulo Nunes de Almeida

Paulo Nunes de Almeida nasceu em 24 de março de 1959, na cidade do Porto. Economista morreu esta quinta-feira.
Lusa 5 de Julho de 2019 às 13:15
Paulo Nunes de Almeida
Paulo Nunes de Almeida, presidente da Associação Empresarial de Portugal
Paulo Nunes de Almeida
Paulo Nunes de Almeida, presidente da Associação Empresarial de Portugal
Paulo Nunes de Almeida
Paulo Nunes de Almeida, presidente da Associação Empresarial de Portugal
A Assembleia da República aprovou esta sexta-feira, por unanimidade, um voto de pesar pela morte do presidente da Associação Empresarial de Portugal (AEP), Paulo Nunes de Almeida, que morreu na quinta-feira, aos 60 anos.

No voto apresentado pelo PSD, Paulo Nunes de Almeida é recordado como "um cidadão sensato, empenhado e com sentido de serviço e uma forte cultura de proximidade", que "durante a sua carreira profissional deu um forte impulso à modernização da economia, à inovação e vitalidade empresarial".

"À sua família e à AEP a Assembleia da República endereça as mais sentidas condolências na hora em que cada homem é verdadeiramente insubstituível", lê-se no documento.

Paulo Nunes de Almeida nasceu em 24 de março de 1959, na cidade do Porto, licenciou-se em economia pela Universidade do Porto e começou a sua vida profissional em 1982 no Banco Português do Atlântico, dedicando-se à atividade empresarial em 1984.

No texto apresentado, é referido também que foi fundador e vice-presidente da Associação Nacional dos Jovens Empresários (ANJE) e que ocupou cargos na Associação Comercial do Porto (ACP), na Associação Têxtil de Vestuário de Portugal (ATP) e na Confederação Empresarial de Portugal (CIP).

Em Paulo Nunes de almeida dedicou mais de três décadas da sua vida à atividade empresarial e ao associativismo e era, desde 2014, o 30.º presidente da AEP, tendo sido reeleito em 27 de junho de 2017 para um segundo mandato, que iria terminar em 2020. Era membro do conselho geral da CIP e presidente do Conselho Fiscal do Futebol Clube do Porto.

O Presidente República, Marcelo Rebelo de Sousa, distinguiu-o com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial - Classe do Mérito Industrial, por ocasião dos 170 anos da AEP, em maio deste ano.
Ver comentários