Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Autarcas na corrida a cargos ‘dourados’

Metade dos 16 presidentes de câmara do Algarve não se pode recandidatar nas próximas eleições. E dois deles, do PSD, nem sequer deverão cumprir os actuais mandatos até ao fim, porque vão ocupar outros cargos públicos e mais bem remunerados.
30 de Outubro de 2012 às 01:00
Isabel Soares e Desidério Silva vão abandonar a presidência das Câmaras de Silves e Albufeira
Isabel Soares e Desidério Silva vão abandonar a presidência das Câmaras de Silves e Albufeira FOTO: Virgílio Rodrigues

É o caso de Desidério Silva, de 61 anos, que já foi eleito presidente da Entidade Regional de Turismo do Algarve (ERTA), deixando no próximo dia 2 de Novembro a presidência da Câmara de Albufeira (o cargo será assumido pelo actual vice-presidente, José Carlos Rolo).

Segundo apurou o CM, Desidério, que na câmara recebe líquidos cerca de 2500 euros por mês, deverá passar a auferir no novo cargo aproximadamente 3300 euros (valor que inclui o vencimento e as ajudas). Tem ainda direito a um carro (Volvo 60) com motorista e um telemóvel sem plafond nas novas funções.

Em vias de abandonar o cargo de presidente de câmara poderá estar também Isabel Soares, de 58 anos, que desde 1997 lidera os destinos de Silves. No dia 5 de Novembro, tudo indica que será empossada como vogal executivo da Águas do Algarve. Ganha actualmente um valor semelhante ao de Desidério. Passará a receber mensalmente, em termos globais, cerca de 4500 euros (salário, ajudas e subsídios). Tem direito a um BMW 318TD e poderá gastar cerca de 2000 euros por ano em telemóvel.

"RECUSEI POR RESPEITO AOS QUE ME ELEGERAM"

Seruca Emídio, presidente da Câmara de Loulé, também já teve a oportunidade de sair da autarquia, mas não aceitou. "Apesar de já ter sido abordado para outros cargos regionais e nacionais, recusei tudo, porque respeito muito as pessoas que confiaram em mim", revelou o autarca ao CM. Manuel da Luz, presidente da Câmara de Portimão, do PS, pretende, no futuro, "descansar e dedicar-se ao que mais gosta – ler e escrever". Júlio Barroso, que lidera a autarquia de Lagos, afirma que a sua perspectiva de futuro é voltar à sua "actividade profissional [notário]", embora admita que está "pronto para avaliar algum desafio" que possa surgir.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)